Puré de Maçã – receita e como o conservar um ano inteiro sem frigorífico

Índice

Tem imensas maças (ou outras futas semelhantes) e não sabe como usar essa fruta e conservá-la todo o ano? Este artigo de certeza que lhe interessa.

Publiquei no Instagram (IG) Stories da Mil Grãos uma fotografia de frascos cheios de puré de maça e de outras conservas com a tampa virada para baixo. Nesse dia tive imensas questões sobre o motivo dos frascos estarem virados ao contrário e como fazer o puré de maçã e o conservar.

Para poder explicar, fiz pequenos vídeos no IG Stories , mas mesmo assim, ainda me fazem perguntas e pediram-me para fazer um vídeo mais completo.

Como no último fim-de-semana tinha mais uma caixa de maçãs a estragarem-se e fiz um vídeo que já está no canal YouTube da Mil Grãos a explicar tudo.

Utilizações do puré de maçã

O puré de maçã é das preparações mais utilizadas na minha casa. Uso-a para:

  • adoçar o creme de cereais do pequeno almoço;
  • como snack, misturado com meia dúzia de avelãs ou amêndoas tostadas;
  • para barrar o pão (acredite que é doce suficiente);
  • para fazer recheios de tartes;
  • para fazer gelatinas;
  • para substituir o adoçante em bolos;
  • para substituir o ovo em adaptações de bolos vegan;
  • para substituir parte da quantidade de óleo numa receita;
  • para fazer bolinhas energéticas;
  • para juntar a um iogurte de soja natural;
  • para rechear um bolo;

É possível encontrar muitas receitas vegan e/ou “saudáveis em que existe um ingrediente chamado applesauce. Esse ingrediente não é mais do que o puré de maça simples que vos apresento.

Vantagens de fazer o puré de maçã em casa

Uma das coisas que aprendi com a minha mãe, foi a fazer conservas nos períodos de abundância de alguns alimentos, para poder guardar e usar o ano todo.

A minha mãe fazia muitas compotas, geleias e doces, mas eu não uso açúcar e tive que apurar outras técnicas que me permitem conservar alimentos o ano todo.

Desde que há alguns anos provei um puré de maça bio de compra (ácido e com pouco sabor a maçã) que decidi que sempre que pudesse faria o puré de maçã em casa, na altura em que tenho imensas maçãs e o conservaria todo o ano.

Por isso, as maiores vantagens sao:

  • aproveitar as maçãs que, de outra forma se iriam estragar;
  • poupar tempo, porque faço logo uma grande quantidade de uma vez;
  • não usar o puré de compra, que é sempre mais ácido e não permite substituir o açúcar numa sobremesa;
  • saber mesmo o que estou a comer;
  • ter sempre um puré feito e evitar que vá usar outro adoçante mais refinado nas sobremesas ou snack.

Cuidado que o puré de maçã tem imensa frutose, não é, de certeza, para consumir um frasco por dia.

Como fazer o puré de maçã

O meu puré de maçã é muito simples. Nem merece uma receita, porque leva exclusivamente: maçã.

Pode colocar uma pitadinha de sal para fazer sobressair o doce, mas se não quiser o puré leva apenas maçã.

Porque é que não coloco sumo de limão ou pau de canela?

O primeiro não coloco porque, apesar do sumo de limão ser um conservante, como uso outra forma de conservar o puré, e não o faço diariamente, não faz sentido.

O segundo não coloco, porque torna o puré de mação mais versátil. Posso querer utiliza-lo numa receita que não leve canela. E a canela pode ser adicionada em pó, com algumas vantagens em termos de aroma.

Para fazer esta receita precisa de:

  • maçãs (de preferência biológicas);
  • pitada de sal (opcional);
  • uma colher de sopa de água.

Depois de arranjar as maçãs basta levar a cozer cerca de 20 minutos em tacho tapado, com uma película de água no fundo.

No final tritura tudo com a varinha mágica ou processador de alimentos e está pronto.

No vídeo eu ainda demonstro como podemos fazer para que as maçãs não oxidem.

Como conservar o puré de maçã todo o ano (sem frigorífico)

Esta creio que será a maior novidade para algumas pessoas, e foi o que suscitou mais dúvidas quando publiquei a fotografia no IG Stories.

Depois de fazer o puré de maçã, deverá colocá-lo em frascos de vidro com tampa de metal, previamente lavados. Eu reutilizo frascos que serviram para outras coisas. Vou sempre guardando para depois utilizar na altura das conservas. São reutilizados todos os anos, há muitos anos.

No vídeo eu mostro como se faz, mas faço aqui uma breve explicação.

Usando panela normal:

  • Colocar o puré de maçã, ainda quente, nos frascos;
  • Fechar muito bem os frascos;
  • Colocar os frascos numa panela;
  • Cobrir de água (têm de ficar submersos);
  • Levar ao lume e, depois de começar a ferver, deixar ferver por 15 minutos no mínimo;
  • Retirar da água e colocar com a tampa virada para baixo;
  • Deixar arrefecer completamente e guardar.

Usando panela de pressão:

  • Colocar o puré de maçã, ainda quente, nos frascos;
  • Fechar muito bem os frascos;
  • Colocar os frascos na panela;
  • Cobrir dois dedos de água no fundo da panela;
  • Levar ao lume e, depois de ganhar pressão, deixar ferver por 10 minutos no mínimo;
  • Deixar a panela perder toda a pressão;
  • Retirar da panela e colocar com a tampa virada para baixo;
  • Deixar arrefecer completamente e guardar.

A video-receita

Fiz um vídeo muito curtinho (tem 9 minutos apenas) onde me podem ver a fazer todo o processo.

Espero que vos ajude a aproveitar muita “fruta feia” que surge em abundância nesta altura do ano.

Com Amor,

Dulce da Mil Grãos

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Dulce

Com formações e experiência nas áreas da Macrobiótica e no Mindfulness, desenvolvi o projeto Mil Grãos, onde o foco é oferecer-lhe informações, conhecimento, prática e experiências para uma vida mais Humana, Ecológica e Espiritual.

Subscreva a nossa newsletter e receba um ebook de sobremesas

Quer saber as novidades e receber todos os conteúdos em primeira mão? Subscreva à nossa newsletter: