Millet ou milho painço: o que é? Receita para o pequeno almoço em vídeo.

Creme de Millet com Abóbora Hokkaido - Mil Grãos

Índice

No último artigo falei sobre a Transformação Solo, falei um pouco sobre millet porque é o cereal mais adequado para o final do Verão, ou para comer entre Estações.

Não falei mais porque tenho receio que quem me lê pense que só por comer millet vai transformar a sua vida. Acreditem que não há super-alimentos. Um alimento que é uma bênção numa determinada condição de saúde, pode ser um veneno noutra situação.

Por esse motivo me custam tanto os artigos que falam de um alimento como sendo a panaceia que vai curar todos os males.

Com base no que acabei de dizer, vou falar sobre algumas propriedades atribuídas ao milho painço (ou millet).

Origem do milho painço ou millet

O milho painço sempre se cultivou na Europa e em África. Neste último Continente faz parte da base da alimentação de alguns países. Em Portugal cultivava-se para consumo humano, mas muito mais para a alimentar aves.

Um Professor meu de Macrobiótica, chamado Bill Tara, diz que tratou as suas úlceras (que lhe provocavam dores incapacitantes) com “comida de passarinho”. Isto porque nos EUA, na época em que ele conheceu a macrobiótica, teve que ir comprar o Millet a lojas de de animais, e teve se pedir comida para pássaros. O Millet tinha deixado de ser vendido para consumo humano, é incrível, não é?

Atenção, que as úlceras curam-se com a retirada de vários alimentos e não só com a introdução de millet.

Sei disso porque algumas pessoas que sigo em consulta deixaram de tomar medicamentos para o controle da acidez estomacal não só por comerem milho painço e outros alimentos, mas principalmente porque deixaram de comer outros alimentos.

Propriedades do Millet

Condição Alcalina

Muitos artigos indicam que o milho painço é o único cereal que cria uma condição alcalina no nosso corpo.

No entanto, quero relembrar que o nosso sangue nunca poderá ser ácido, caso isso aconteça morremos. O pH do sangue varia entre os valores 7,35 e 7,45. Relembro que o pH é uma escala logarítmica utilizada em química, e que nos permite saber se uma solução aquosa é ácida ou alcalina. Esta escala varia entre 0 e 14, sendo considerado o pH igual a 7 como neutro. Valores acima indicam que a solução é alcalina, valores abaixo indicam que é ácida.

O sangue apresenta um pH ligeiramente alcalino, e a alteração nesses valores é uma situação muito grave, que coloca a saúde em risco, havendo até mesmo risco de morte.

Pelo que disse anteriormente, ao comermos alimentos que criam uma condição ácida no corpo, estamos apenas a dar mais trabalho ao nosso corpo para voltar ao equilíbrio, isto é à condição ligeiramente alcalina.

É isto que causa aquilo que se chama inflamação. Mas esteja descansado(a) que a sua condição nunca será ácida, nunca terá sangue com pH inferior a 7,35 a menos que já esteja numa situação irreversível.

Comer alimentos que contribuam para mantermos uma condição mais alcalina ajuda a que o corpo reduza essa inflamação e será sempre mais saudável.

Noutro artigo, ou vídeo, falarei sobre inflamação.

Recomendações na macrobiótica

Na perspectiva da macrobiótica o milho painço é o cereal que se deve recomendar para tratar problemas de estômago, nomeadamente acidez e úlceras.

É também indicado para problemas realcionados com o pâncreas, particularmente diabetes. É o cereal recomendado para o final do Verão, porque desde a perspectiva da macrobiótica, ajuda o corpo a adaptar-se ao clima frio.

Proporciona, além do que foi referido, a libertação de glicose no sangue, de forma continuada, evitando os picos de glicémia, por isso eu recomendo-o muitas vezes para iniciar o dia, porque vai contribuir para manter a energia ao longo de toda a manhã.

Nutrientes

Apesar de na macrobiótica não se usual estar a olhar minuciosamente para os nutrientes, poderá interessar a quem goste de saber que o milho painço contém lecitina e colina, que estão relacionados com o bom desempenho intelectual e com o bom funcionamento do sistema nervoso, já que são necessários aos neurotransmissores cerebrais.

Por este motivo, poderá ser usado em épocas de grande desgaste físico e intelectual, quer seja por um pico de trabalho, quer seja por um pico de stress ou depressão.

O millet não tem glúten, pelo que é adequado para celíacos ou pessoas com intolerância ao mesmo.

O milho painço também é rico em minerais e vitaminas:

  • Ferro,
  • Fósforo,
  • Magnésio,
  • Zinco,
  • Cálcio,
  • Vitaminas do grupo B,
  • Vitamina E.

Existem vários tipos de millet, e conforme o local onde é produzido poderá ter algumas variações na sua composição, mas em média o millet contém:

  • 11% de proteína,
  • 60% de hidratos de carbono
  • 14% de gordura.

Receita de creme de millet

Tenho publicado no Blog a receita que partilhei hoje em vídeo no Canal de Youtube.

É muito simples, pode fazer mais quantidade ao fim de semana e guardar (sem triturar, numa caixa). Depois basta aquecer com um pouco de bebida vegetal (opcional) e triturar, no momento em que vai consumir.

A receita é:

Ingredientes

  • Millet: 1 taça (1 cup=250ml)

  • Abóbora: ½ taça (pode ser 1 taça)

  • Água: 6 a 8 taças

  • Sal marinho integral: uma pitada

  • Laranja ou limão: raspa de ½ (a gosto)

  • Geleia de arroz (opcional): 1 colher de sopa

  • Bebida de arroz ou aveia (opcional): q.b.

Preparação

  • Lave o millet (pode demolhar durante 6 a 8 horas) e escorra-o num coador de malha fina.
  • Coloque o millet e a abóbora junto com a água e uma pitada de sal numa panela ao lume (convém usar uma panela ou um tacho alto, porque o millet, quando coze, tem tendência a ganhar espuma, subir e deitar por fora).
  • Deixe cozer durante 25 minutos em lume baixo (20, no caso do millet ter sido demolhado)
  • Quando estiver cozido, acrescente a raspa, a geleia e triture com a varinha mágica. Pode adicionar uma bebida vegetal até ter a consistência que mais lhe agrada.

E o vídeo (para ver como é fácil) aqui:

Onde poderá comprar milho painço?

O Millet, ou milho painço, encontra-se com facilidade nos grandes hipermercados. Na zona de alimentos biológicos ou dietas especiais de certeza que vai encontrar.

Pesquise por milho painço ou millet, mais o nome da loja onde costuma fazer as suas compras, e vai ver que encontra.

Atenção para o millet glutinoso. Tem um travo mais amargo e que é muito difícil de disfarçar na comida.

Comentários

Dulce

Com formações e experiência nas áreas da Macrobiótica e no Mindfulness, desenvolvi o projeto Mil Grãos, onde o foco é oferecer-lhe informações, conhecimento, prática e experiências para uma vida mais Humana, Ecológica e Espiritual.

Subscreva a nossa newsletter e receba um ebook de sobremesas

Quer saber as novidades e receber todos os conteúdos em primeira mão? Subscreva à nossa newsletter: