Natal, Inverno e Esperança

Índice

Noite mais longa e dia mais curto do ano de 2018, 21 de Dezembro Solstício de Inverno, Yule.

Estamos no momento em que a energia está latente, flutuante, quase parada externamente, mas com movimento interno. Externamente quase nada se vê da vida que existe e pulsa por dentro.

Deste movimento interno nascerá, daqui a pouco tempo, vida nova. É de raízes profundas, de alimento interno, que se faz o movimento externo quando os dias forem longos e as noites curtas. É do que foi semeado e do que se está a fortalecer internamente que teremos folhas e frutos. Tudo a seu tempo.

Abençoados Ciclos, abençoado movimento constante que permite que a vida se renove.

Hoje não vos trago uma receita. Convido-vos a parar e a refletir sobre as sementes que estão a ser (ou já foram) semeadas por vós e que ainda não germinaram. Essas sementes estão cheia de vida em potencial, assim como os grãos que estão no Solo a aguardar as condições ideais para nascerem.

Não estão mortos, são sonhos e projetos em potencial, tal como uma semente de mostarda que guarda em si uma árvore. Um Grão, Dez Mil Grãos.

O Natal, mesmo para quem não é Cristão, terá sempre o simbolismo associado a Esperança. Porque é disso que trata o nascimento do tão esperado Rei que libertaria o Povo escravizado pelos romanos. É de Esperança. Um bebé ainda não significaria nada, mas trouxe Esperança, era o Messias, o Prometido.

No Solstício, a celebração é das trevas, da escuridão que antecede e antecipa a chegada da Luz. E o que existe é a Esperança de que essa Luz venha, de que os dias se tornem maiores e de que se sobreviva a mais um Inverno.

Em relação à alimentação nesta altura: comam o mais parecido que vos for possível com a vossa família. Se todos forem macrobióticos, vegan e não comerem açúcar, ótimo. Se não, façam as melhores escolhas em relação ao que está mesa. Não julguem e não se melindrem com a preocupação daqueles que vos amam. Que possam fazer opções diferentes, mas acima de tudo que possam estar em família.

Comentários

Dulce

Com formações e experiência nas áreas da Macrobiótica e no Mindfulness, desenvolvi o projeto Mil Grãos, onde o foco é oferecer-lhe informações, conhecimento, prática e experiências para uma vida mais Humana, Ecológica e Espiritual.

Subscreva a nossa newsletter e receba um ebook de sobremesas

Quer saber as novidades e receber todos os conteúdos em primeira mão? Subscreva à nossa newsletter: