Neuroplasticidade Cerebral: aquilo que fazemos repetidamente torna-se naquilo que somos

Germinar - Como Germinar Leguminosas? - Mil Grãos

Índice

Se em alguns momentos da história da medicina se duvidou que a neuroplasticidade cerebral se mantivesse ao longo da vida, neste momento não há dúvidas que a neuroplasticidade cerebral é uma capacidade que se mantém sempre e que não existe apenas em idades jovens.

Neuroplasticidade Cerebral

É devido a essa capacidade que o nosso sistema nervoso se molda, adaptando-se estrutural e funcionalmente ao longo do seu desenvolvimento. A maleabilidade dos circuitos neuronais, que podem establecer novas ligações e destruir ligações anteriores, está na base da memória, capacidade de aprendizagem e aquisição de novos hábitos.

Por este motivo a aquisição de um hábito novo custa tanto… Mas é sempre possível!

Se, por exemplo, eu criar um ritual matinal que inclui 20 minutos de meditação mindfulness o meu cérebro vai, de início, resistir. Depois de criar o hábito a resistência vai ser menor. E depois da prática estar estabelecida se, por qualquer motivo, eu saltar os 20 minutos de meditação matinal, o meu corpo vai sentir.

20 minutos diários repetidos consistentemente (600 minutos mensais) vão criar os caminhos cerebrais, que serão reforçados continuamente e que com o tempo permitem manter-me no momento presente.

Se, para além desses 20 minutos eu fizer pequenas pausas de voltar ao momento presente, retornando à respiração e sensações corporais com frequência, estarei a construir um novo eu: mais presente, mais focado, mais inteiro, mais consciente, mais amoroso para comigo e para com todos, mais pacífico, mais compassivo, mais vivo.

Aquilo que faço repetidamente torna-se naquilo que eu sou.

Por isso, se quero:

  • mastigar mais vezes…
    • Posso escolher uma refeição por dia para o fazer conscientemente. Nas outras refeições ter isso presente em algumas garfadas. Com o tempo estarei a mastigar conscientemente e muitas vezes todos os alimentos.
  • exercitar-me diariamente…
    • Posso começar por marcar 10 minutos na minha agenda para caminhar energicamente e nunca faltar a esse encontro. Em cada semana posso alargar o tempo de caminhada ou fazer outro tipo de exercício físico mais intenso. Com o tempo o exercício físico diário tornar-se-á indispensável.
  • estar presente nas tarefas que realizo…
    • Posso começar com 2 minutos de paragem intencional sempre que inicio uma nova tarefa. Entretanto posso guardar um intervalo maior ao início ou final do dia para uma prática de mindfulness formal (meditação) e para outra informal (tomar sempre o duche com atenção plena, por exemplo). Com o tempo fiz o caminho suficiente para viver de forma mais plena e consciente.
  • fazer escolhas alimentares mais saudáveis…
    • Posso começar por ter sempre uma taça de vegetais cozinhados e crus a acompanhar todas as refeições e habituar o meu paladar ao sabor simples e autêntico de cada vegetal. Ao comer a taça de vegetais haverá menos espaço para outro tipo de alimentos. Com o tempo o corpo passa a escolher os alimentos saudáveis que entraram na rotina e no paladar.
  • ser mais compreensiva para comigo…
    • Posso começar por ter um post it no espelho da casa de banho a lembrar-me de sorrir para mim e dizer uma palavra de apreço. Posso ter outro tipo de estratégias deste tipo, como beijar as minhas mãos em agradecimento, permitir-me descansar quando estou cansado(a), escrever uma frase a cada dia que diga coisas positivas sobre mim. Com o tempo terei muitos pensamentos amorosos para comigo e quando aparecer a auto-crítica o hábito de me tratar bem sairá em minha defesa.

… acrescente o que achar que mais lhe convém.

A consistência, a repetição e os compromissos para connosco, são sempre a chave de mudanças duradouras.

Comentários

Dulce

Com formações e experiência nas áreas da Macrobiótica e no Mindfulness, desenvolvi o projeto Mil Grãos, onde o foco é oferecer-lhe informações, conhecimento, prática e experiências para uma vida mais Humana, Ecológica e Espiritual.

Subscreva a nossa newsletter e receba um ebook de sobremesas

Quer saber as novidades e receber todos os conteúdos em primeira mão? Subscreva à nossa newsletter: