Creme de trigo sarraceno e a importância de ajustar a alimentação às estações

Esta receita de creme de trigo sarraceno é uma das minhas favoritas!

O meu pequeno almoço costuma alternar entre creme de arroz integral com mistura de cerca de 20% de outro grão integral (millet, cevada, centeio, trigo sarraceno, aveia, arroz glutinoso, …), creme de millet com abóbora ou simples; pão da Mil Grãos, feito com massa mãe e com uma levedação de pelo menos 24h, barrado com pasta de sésamo, amendoim ou amêndoa. Acompanho sempre com sopa de Miso.

Na Primavera e Verão às vezes faço um sumo verde que bebo numa quantidade moderada.

Nas últimas semanas misturei trigo sarraceno (ou trigo mourisco) com millet e confesso que ainda gosto mais desta combinação do que a de arroz com trigo sarraceno. Acho que o fiz intuitivamente, quando peguei no frasco de millet senti que não era suficiente para as temperaturas que têm estado (no local onde vivo, as mínimas chegaram a atingir os -3ºC).

E daqui surge a partilha desta necessidade de ajustar a alimentação ao clima.

O trigo sarraceno é um “cereal” sem glúten (coloco entre aspas, porque apesar do nome “trigo” ele não tem as características de um cereal), rico em proteína, muito utilizado nos países frios ou no inverno. Na Rússia é tostado antes de ser cozinhado (o que o torna ainda mais quente) e nessa forma tem o nome de “kasha”.

Deve ser utilizado por pessoas com uma vida ativa (desportistas) e também pode ser usado quando se pretende recuperar de um estado de debilidade devido a doença, neste último caso recomendo usar junto com arroz integral). O Francisco Varatojo dizia que ele aquecia as mãos, isto porque ajuda a levar o calor até às extremidades.

Trigo Sarraceno - Mil Grãos

Mas… não há bela sem senão. O trigo sarraceno tem um sabor particularmente forte, que não é do agrado da maioria das pessoas que não foram habituados a ele. Por isso, esta mistura com millet surgiu perfeita.

É mesmo muito importante ajustar a alimentação às estações. Já falámos na questão de comer este alimento que “aquece”, mas comer alimentos da época:

  • Ajuda o corpo a ajustar-se às condições climatéricas, diminuindo o stress necessário a esse ajuste.
  • Permite que variemos muito mais ao longo do ano.
  • Esta escolha torna possível comer alimentos que crescem no local onde vivemos (e isso é particularmente importante no caso de alimentos com maior teor de água, como frutas e vegetais).
  • Leva-nos a comer os “super-alimentos” do local onde vivemos para essa época do ano, sem necessidade de importar os super-alimentos adequados a outros locais do planeta.
  • Possibilitam comer de forma muito mais ecológica, com a pegada de carbono associada ao transporte reduzida ao mínimo.

Convido-o a sentir a diferença entre este pequeno almoço no inverno e outro composto por fruta ou sumos. Como é a reacção do seu corpo?

Creme de trigo sarraceno e a importância de ajustar a alimentação às estações

Receita por Dulce CostaCategoria: Pequeno-AlmoçoCozinha: Macrobiótica

Ingredientes

  • 1 chávena de café de trigo sarraceno (não tostado)

  • 2 chávenas de café de millet

  • 20 a 25 chávenas de café de água

  • casca de limão (raspa)

  • bebida vegetal a gosto

  • 1 c. de café rasa de sal marinho integral

  • topping que desejar (canela, frutos secos, redução de frutos vermelhos, compota de abóbora e canela, maçã/pera cozida, …)

Preparação

  • Lave os cereais e leve a cozer com a água e pitada de sal. Se preferir pode pré-demolhar os cereais durante a noite; nesse caso escorra e leve a cozer com um pouco menos de água.
  • Quando estiverem cozidos (cerca de 25 minutos) desligue.
  • Retire para um tacho mais pequeno a porção que desejar para o pequeno almoço e guarde o restante numa caixa de vidro com tampa.
  • Acrescente no tacho um pouco de bebida vegetal e deixe que volte a ferver.
  • Junte a raspa de limão e triture com varinha mágica se gostar da textura de creme (é como eu prefiro).
  • Sirva com um topping a seu gosto (o da imagem é redução de frutos vermelhos com um micro morango da horta).
  • resto dos cereais podem ficar no frio e serem preparados no momento, todas as manhãs.

Comentários

Dulce

Com formações e experiência nas áreas da Macrobiótica e no Mindfulness, desenvolvi o projeto Mil Grãos, onde o foco é oferecer-lhe informações, conhecimento, prática e experiências para uma vida mais Humana, Ecológica e Espiritual.

Subscreva a nossa newsletter e receba um ebook de sobremesas

Quer saber as novidades e receber todos os conteúdos em primeira mão? Subscreva à nossa newsletter: